hqdefault

Top 10 – Melhores Séries 2017

2017 acabando, hora de fazer mais um apanhado das melhores séries do ano. Com certeza o destaque do ano vai para Twin Peaks The Return, também conhecido como a melhor coisa já feita pela humanidade, e para o grande número de boas séries policiais (não estou falando de Criminal Minds). Muitas séries boas ficaram de fora dessa lista por falta de espaço, como Master of None, The Good Place, Sneaky Pete e The Crown. Mas, enfim, quem sabe ano que vem? Vamos ao meu Top 10 de melhores séries de 2017.

 

10 – Transparent

Sim, essa é a pior temporada até o momento de Transparent. E agora que a sua estrela, Jeffrey Tambor, foi desligada da série devido a um escândalo de abuso sexual, fica difícil saber qual será o seu futuro. Entretanto, é inegável a força da trama, da direção e dos atores dessa obra. Nessa temporada, a série acompanha os Pfefferman em uma viagem a Israel, conhecendo às raízes de sua família e..toda a situação política palestina. Hein? É, Transparent é uma série tão confiante que se permite abordar a este tipo de assunto.

 

9 – The Handmaid’s Tale

Série criada por Bruce Miller com base no romance da escritora canadense Margaret Atwood. Na trama, passada em um futuro próximo, as taxas de fertilidade caem em todo o mundo, resultando no recrutamento das poucas mulheres férteis remanescentes como “servas” (Handmaid), de acordo com uma interpretação extremista dos contos bíblicos. Os quatro primeiros episódios são excelentes, com uma trama urgente e uma produção fantástica. Entretanto, a segunda metade da temporada dá uma barrigada gostosa, atrapalhado um pouco o andamento da história. Se eu fosse analisar apenas a primeira metade, Handmaid’s tale estaria fácil no meu top 3.

 

8 – Game of Thrones

De novo: Essa é a pior temporada de Game of Thrones. Mas fica difícil de rejeitar a qualidade dessa série, já na sua sétima temporada, e em como, mesmo após sete temporadas, ainda nos importamos com a trama e com seus personagens. Game of Thrones, que provavelmente é a melhor obra de fantasia já feita, se tornou um verdadeiro evento.

 

 

7 – Better Call Saul

Muita gente alega que Better Call Saul vive na sombra de Breaking Bad. Mas, sejamos francos, embora na primeira temporada algumas tramas dependessem do fator nostalgia, desde a segunda temporada essa série achou seu ritmo e criou uma história que consegue se sustentar por si só. Se Better Call Saul continuar melhorando a cada temporada, não quero nem ver o que nos espera no próximo ano.

 

6 – Line of Duty

Line Of Duty, uma série criada por Jed Mercurio com Vicky McClure, Martin Compston, é um drama policial que acompanha o cotidiano de uma unidade anti-corrupção da polícia britânica. Chega a ser engraçado ver o que é corrupção na Inglaterra (uma unidade policial que escolhe casos mais fáceis de se resolver) quando pensamos na realidade brasileira, mas não podemos tirar os méritos dramáticos dessa série. Temporadas curtas, bons atores e uma trama adulta e direta. Uma série policial pragmátivas, mas extremamente competente.

 

5 – Mr Robot

Essa é a terceira  e última vez que digo isso nesse top 10: essa temporada é a pior de Mr Robot, com soluções mais fáceis do que aquelas vista nas temporadas passada e um tipo de ação mais básico. Mesmo assim, Mr Robot continua se sobressaindo, seja por sua trama inventiva, seja pela direção brilhante de Sam Esmail (adoraria que ele fizesse mais filmes), seja pela atuação de Rami Malek. Não sei por quanto tempo ainda terá fôlego para continuar, mas, no momento, Mr Robot é a série mais constante da televisão.

 

4 – Big Little Lies

Tenho de dizer que não fui muito com a cara dessa série inicialmente. Nada contra o elenco recheado de estrelas ( Nicole Kidman, Laura Dern, Reese Witherspoon e Sailene Woodley), nem contra o diretor Jean-Marc Vallée (diretor de Clube de Compras Dallas), mas a trama em si me parecia um pouco simplista e repetitiva (um assassinato, donas de casa ricas e crianças mimadas). Mas a execução primorosa e os nuances acabam por resultar em uma série sensacional. Mal posso esperar pela segunda temporada, agora dirigida por Andrea Arnold (uma de minhas diretoras favoritas).

 

3 – The Sinner

Assim como você, eu não dava nada por essa série.  Estrelada por Jessica Biel e Bill Pullman, a série segue os eventos que acontecem depois que uma jovem mãe matar alguém em público, mas não tem ideia do porquê ela fez isso. Embora não seja nem um pouco inovadora, a série é extremamente bem realizada e, com isso, cativante e intrigante. Coloquei para ver no Netflix e, quando fui ver, já estava no último episódio. Se você estava em dúvida se assistiria essa série, não perca mais seu tempo e vá assisti-la.

 

2 – Mindhunter

Mindhunter é um drama policial criado por Joe Penhall, baseado no livro Mind Hunter: Inside the FBI’s Elite Serial Crime Unit escrito por John E. Douglas e Mark Olshake. A série se passa em 1977 e gira em torno de dois agentes do FBI, interpretados por Jonathan Groff e Holt McCallany, que entrevistam assassinos em série presos para tentar resolver casos em andamento.

As entrevistas são fantásticas e a série valeria a pena só por elas. Entretanto, além disso, a série também é impecável em quase todos os aspectos: atuação, direção (quatro episódios dirigidos por David Fincher não é para qualquer um) e texto. Uma grata surpresa em um 2017 recheado de boas séries policiais.

 

Menção Honrosa Soronerds: Doctor Who

Eu sempre coloco Doctor Who aqui. Não vou nem escrever nada dessa vez, para não acabar com a magia :)

 

1 – Twin Peaks: The Return

David Lynch, depois de 26 anos, retornou com sua querida série. E só para constar, ele superou todas as expectativas com uma trama que, ao mesmo tempo em que faz uma homenagem ao passado, olha para frente e não se arrepende disso. Está em dúvidas se começa a assistir essa obra-prima? Então veja o oitavo episódio e tente não se apaixonar por essa série. Novamente: uma obra-prima.

About Felipe PF

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *